Arquivo da categoria: Tem uma Ale na minha Weiss

Trapista, a santa cerveja

E uma semana depois… já tem uma Ale na minha Weiss de novo. Mas não vou falar de Weiss. E a Ale em questão é uma bem peculiar, que a grande maioria dos entusiastas conhece e gosta mas talvez não saiba tudo sobre: as Trapistas!

Todo mundo já ouviu falar de cerveja trapista, que é feita em mosteiros por monges (dã…), que por sua vez fazem um jejum onde só se poder beber cerveja. Mas porque o estilo é tão bom? o que significa dubbel, tripel ou quadrupel? Porque do nome trapista? Porque são tão exclusivas? Não é difícil encontrar dúvidas sobre esse estilo.

Daí decidi pesquisar e trazer aqui na coluna.

Continuar lendo Trapista, a santa cerveja

Anúncios

Das Oktoberfest

Ich bin hier wieder zum Bier reden! Opa, desculpa, estou tentando aprender alemão para quem sabe um dia viajar para a Wies’n e acabei esquecendo de voltar ao português.

Se essa viagem desse certo, eu não só estaria na Europa como também em um país dos que podem ser chamados de escola cervejeira, ou seja, um sonho. É com certeza um dos marcos obrigatórios para quem gosta de verdade de cerveja, assim como Plzen, a Califórnia, o clássico White Hart e por aí vai.

Opa, acho que posso ter deixado vocês perdidos de novo. Vou explicar: Wies’n é outro jeito de dizer Oktoberfest!
Continuar lendo Das Oktoberfest

Na onda dos browlers

Você sabe o que é um browler? Boa parte das pessoas para as quais eu fiz essa pergunta responderam que não e, sendo sincero, eu também não. Na verdade eu sabia o que era o objeto browler, só não sabia que se chamava assim.

O browler é a melhor maneira de se levar chope fresco para casa e ainda economizar no preço da sua cerveja. São aqueles garrafões muitas vezes estilizados que você compra uma vez e enche sempre que voltar àquele bar. Podem ser de vidro, cerâmica e até mesmo madeira, mas o que realmente importa é que são seus novos companheiros de bar. É por isso que digo que coleciono companheiros de bar.

Continuar lendo Na onda dos browlers

Os sons da cerveja

Experiências. Já falei bastante sobre a importância delas para o ato de beber cerveja ou seja lá o que for do seu gosto. E sei que pode não ser um assunto muito prático (para os leitores que preferem esse tipo de texto), mas sempre acho que vale o reforço e quando boas experiências me impactam, a vontade de escrever esses textos mais “conceituais” aumenta.
Continuar lendo Os sons da cerveja

Lupulagem e o que isso muda na minha cerveja?

Água, malte e lúpulo. Para muitos, e claramente… Acho que já usei esse começo. Vamos de novo. Lúpulo: um ingrediente que para mim quanto mais presente melhor (meu gosto atual, que muda bastante).

Sim! Mais um texto sobre lúpulo e mais um texto sobre processos de produção do nosso elixir da vida. Aqui no Tem uma Ale eu já falei muito sobre o lúpulo dos rótulos que eu tomei, já falei sobre a importância do lúpulo na cerveja, já falei da freira Hildegard Von Bingen, das formas de uso do lúpulo e etc. Ainda tem muito mais para falar sobre essa florzinha maravilhosa, e foi essa a minha motivação para esse texto.

Continuar lendo Lupulagem e o que isso muda na minha cerveja?

Um gole na Let’s Beer

Preciso admitir que hoje estou excepcionalmente feliz. É sexta, é ferias e tem muita cerveja para tomar (com certeza boas cervejas).

Acho que estou mais feliz hoje porque percebi que visitar os bares com o intuito de escrever sobre eles e as cervejas que eu tomo neles é mais fácil do que eu imaginava. Saí do trabalho as 21hrs nem um pouco desmotivado a andar uns quarenta minutos (seriam vinte se eu não tivesse errado o caminho) para chegar em um bar que eu nem sabia se seria bom, mas que havia visto na internet que exibia uma boa e variada carta de cervejas. Na verdade eu estava tão motivado que levei um caderninho e uma caneta para anotar minha experiência e trazê-la ainda mais fresca para vocês.
Continuar lendo Um gole na Let’s Beer

Bares e as experiências

Preciso falar que gostei muito dessa mudança de data da coluna. Sexta é o expurgo semanal, o dia (ou noite) que todo mundo mais gosta para relaxar e curtir, faz mais sentido mesmo. Nesse clima de fim de semana eu parei para pensar qual cerveja ia tomar para escrever para vocês mas estava difícil de chegar a uma conclusão. Abri várias, algumas novas, outras não, e quando eu finalmente achei a da vez tive uma ideia melhor.

Eu senti que falar de uma cerveja ou estilo e dar um fato sobre o mundo cervejeiro, por mais interessante que seja, não estava sendo muito prático (aposto que foram poucos os que foram atrás dos rótulos dos quais eu falei). Sendo assim, decidi fazer um texto mais prático, um que vocês possam ler por curiosidade e usar por mais curiosidade ainda.
Continuar lendo Bares e as experiências