Arquivo da categoria: Japonesa

Hamaki Sushi, na Vila Madalena

Será que ainda existem restaurante japoneses pra conhecer em São Paulo? Somos bem viciados em um rodízio, como dá pra perceber na regularidade de visitas aqui no blog. Desta vez fomos até a Vila Madalena, pra conhecer de perto o Hamaki Sushi, casa aberta desde 2013, e guarda um dos mais bonitos jardins de entrada que a gente lembra.

Muito mais que apenas oferecer uma variedade grande de peixes, ou diversas entradas quentes, o local se destaca pelas combinações pouco usuais que encontramos nos restaurantes japoneses pela cidade. Manga e kani parece uma dupla interessante pra você? Essa, e algumas outras, estão disponíveis. E a gente experimentou tudo, e vai contar agora!
Continuar lendo Hamaki Sushi, na Vila Madalena

Kappa Sushibar, no Itaim Bibi

Estávamos nós, mais uma vez, com fome. Sem muita coisa programada, resolvemos dar uma olhada em algum restaurante ainda não visitado pela região. Acabamos escolhendo o Kappa Sushibar, um japonês mais requintado no Itaim Bibi. Embora o preço possa assustar, descobrimos que o lugar faz parte daquele aplicativo de descontos em restaurantes, o que nos ajudou um pouco na hora da conta. No final, entre os prós e contras, vai de cada um saber se vale a pena conhecer. Quer mais detalhes?
Continuar lendo Kappa Sushibar, no Itaim Bibi

Ki Temaki, no Campo Belo

Campo Belo é um bairro bacana, que não tivemos tantas chances de visitar até hoje. Claro, já passamos por lá, mas a intenção sempre foi de conhecer mais lugares do bairro. Ou seja, toda vez uma oportunidade aparece, claro que não vamos passar batido. Foi assim com o Ki Temaki, casa especializada nos cones japoneses que traz umas particularidades interessantes, e sabores que vão além do básico. Se você também não nega uma boa fatia de salmão, continue lendo as próximas linhas, pois a gente vai te dar alguns bons motivos pra conhecer o lugar.

Continuar lendo Ki Temaki, no Campo Belo

Hitô, no Itaim Bibi

Se você tem o costume de ler o blog de vez em quando, já percebeu que somos um pouco vidrados em comida japonesa. Afinal, tem coisa melhor que um sashimi bem cortado? E nos últimos tempos acabamos não indo em tantos. Pra compensar essa ausência escolhemos um endereço bem frequentado no Itaim Bibi, que pode até parecer um pouco caro demais, mas aprendendo os macetes certos dá pra levar de vez em quando. Tá precisando de uma dica pra um rodízio de primeira para esse fim de semana? Então seus problemas acabaram, vem conhecer tudo sobre o Hitô, e aproveita pra ficar com água na boca.

Continuar lendo Hitô, no Itaim Bibi

Vamunojapa?, no Jardim Paulista

Quem gosta de japonês sempre sofre do mesmo problema: chega o fim de mês, a grana está curta, e visitar aquele rodízio completo fica bem mais difícil. Esse é um problema de verdade, mas sorte a nossa que existem alternativas que conseguem salvar esses momentos mais sofridos. Instalado na Alameda Santos, o pequeno Vamunojapa? – sim, tudo junto e com interrogação mesmo – é bem isso que precisamos: um lugar simples, com comida honesta e um preço bem de boa. Fizemos uma visita pra conhecer tudo de perto, e você pode conferir agora.

Continuar lendo Vamunojapa?, no Jardim Paulista

Japs, em Perdizes

Será que existe alguma reação lógica entre bons restaurantes japoneses e o bairro de Perdizes, ou é apenas o acaso? Mais uma vez fizemos uma visita a uma casa especializada pra ter uma ótima experiência na comida, e no valor. Com valor do rodízio fechado em R$ 69, fica mais interessante quando você descobre que eles fazem parcerias com aplicativos de desconto, como o Grubster, então na verdade o preço fica ainda mais baixo. Ou seja, no final do dia você paga pouco menos de R$ 50 e pode comer o quanto quiser. Pareceu interessante? Então saiba um pouco mais sobre os detalhes.

Continuar lendo Japs, em Perdizes

Masaki, no Ipiranga

A gente sabe que estava faltando com comida japonesa por aqui. A última vez fazia bastante tempo, mas é aquela história que falamos: é preciso saber equilibrar. Nós mesmos temos ido bem menos que nos últimos meses, o que acabou refletindo no blog. Mas como as coisas mudam, fizemos uma visita ao Masaki, restaurante que fica no Ipiranga pra tirar o atraso. A casa funciona naquele esquema que todo mundo gosta, você paga um valor fixo – R$ 52,90 pra sermos mais exatos – e come o quanto quiser, e o quanto puder. Parece interessante? Então siga pelas próximas linhas.

Continuar lendo Masaki, no Ipiranga