A Casa do Churro, no Tatuapé

Imagina um lugar especializado em churros. Sabe? Aquele doce que veio da Espanha, e claro que demos uma abrasileirada por aqui. Tanto que o lugar em questão, A Casa do Churro, gosta de dizer que foi responsável pela criação do churros recheado, aquele tão popular e cheio de chocolate ou doce de leite que encontramos por todos os cantos. Não apenas visitar o local, tivemos a oportunidade de conversar com o responsável do local, e dono da ideia que faz a felicidade de dez entre dez adoradores de doce.

Bom, fazia muito tempo que eu não comia churros, eu particularmente sempre acho eles muito oleosos e por isso não gosto muito. Mas claro que quando descobrimos a Casa do Churros tínhamos que ir conhecer para saber se era boa.

A casa que fica no Tatuapé não tem nada sofisticado e você sabe que eles estão la por algum tempos devido ao ar vintage que a casa tem. Um balcão, o caixa e algumas mesas de plásticos numa esquina não muito movimentada. Já fui pensando em qual sabor escolher, mas não imaginava que quando chegaria lá nem saberia o que escolher.

O que com certeza fez eu mudar totalmente de opinião foi a opção de churros Salgado, isso mesmo Salgado. Muitas pessoas acreditam que a massa do churros é doce, mas na verdade ela não é, o que torna ela doce é o açúcar e canela na massa, além claro do recheio. No primeiro momento fiquei com receio se o Salgado era bom, e aí a atendente nos convenceu que era bom. Pedimos o de frango com requeijão, a combinação é quase que perfeita. A massa é muito boa, extremamente seca e saborosa, o recheio é muito bom e dá para sentir que é feito na hora.

Afirmo até que o churros salgado deveria ser espalhado para poder concorrer com coxinha!! É realmente supreendente de como ficou bom na versão salgada, na minha opinião até melhor do que o doce. A versão doce da casa tem as opções mais clássicas, mas tem também uma versão de nutella e coisas mais diferentes. Pedi então um de cheio e cobertura de chocolate. A cobertura parecia um brigadeiro e o cheio era um pouco mais amargo, mas ainda sim é um pouco doce demais, mas é bem bom.

O mais legal da casa é que pudemos conhecer o dono, se não me engano Seu Antonio, espanhol nascido na Catalunha. Ele afirma que foi ele quem inventou o churros recheado, que é o que conhecemos, além de ter a patente da Maçã do Amor. A casa é aconchegante e tem um ar bacana de retro, os preços são bons e os atendentes são simpáticos. Mas além disso a casa tem tentado se reinventar do seu jeito, criando cheios novos e até novidades como churros salgado.

Que fique claro: eu cresci comendo churros. Nasci em Santos, e por lá o doce é bem comum naqueles carrinhos que ficam na saída do shopping, do cinema, da escola e de qualquer outra aglomeração. Dito isso, eu gosto de churros.

Então quando fui saber da existência de um lugar que vendia todo e qualquer tipo de churros, claro que tive que convencer a Na. Você já deve ter ouvido falar d’A Casa do Churro. Sabe aquela foto do churros em forma de roda que circula por esse negócio chamado internet? É de lá!

Minha única tristeza foi justamente não poder pedir um desse, já que ele serve bem umas quatro pessoas – faltou quórum pra gente.

O jeito foi comer vários churros menores, fazer o que.

O cardápio fica pregado na parede, e você pode escolher uma infinidade de variedades e tipos, desde o tradicional espanhol – que é aquele sem recheio, apenas com açúcar – até os que exageram no recheio, tipo um churros embalsamado no chocolate com recheio de chocolate. Ainda assim, parece bom, rs.

Escolhi dois Recheados (R$ 8 cada), afinal, menos é mais. Pela tradição, claro, o primeiro foi o de doce de leite – trazido de Minas, segundo o simpático senhor Antonio – seguido por um de geleia de banana. Considerações sobre ambos? Bons, comeria vários outros deles, se possível. E também teria selecionado outras opções do cardápio, como o bom e velho chocolate, ou o de geleia de goiaba.

Como não cabe tudo no estômago, tivemos que nos conter. Mas isso tudo sem deixar de experimentar outra iguaria da casa: o churros salgado.

Não estranha. A primeira imagem pode não ser muito boa, afinal, estamos falando de um churros salgado (R$ 13). Mas ele é surpreendetemente bom, vai por mim. Disponível em vários recheios, como bacalhau e frango com catupiry, por exemplo, ele lembra um salgado frito. Como pedi o de frango com catupiry, a semelhança com uma coxinha é gritante, mas com pontos ainda melhores. A casquinha é bem crocante e firme, e o recheio não deixa a desejar. E não se preocupe, ele não é salpicado de açúcar.


A Casa do Churro – Rua Rodrigues Barbosa, 232 – Tatuapé; Abre: todo dia; Contato: 2671-7180; Transporte: ônibus, táxi; Pagamento: débito, crédito, vr; Faixa de preços: $.
Anúncios

Gostou? Deixa aqui sua opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s