Bacalhau do Porto, no Sacomã

Aberto em 1974, o Bacalhau do Porto é um desses restaurantes que você sempre passa em frente, por estar em uma via tão importante como a Vergueiro, mas acaba nunca parando. Já que acabamos passar pela Páscoa, achamos que seria a oportunidade certa de parar e experimentar os quitutes do local! Você também é fã do peixe nórdico salgado? Então sorte a sua! O restaurante é especializado no prato.

Sabe quando a Páscoa passa mas mesmo assim você ainda sente vontade de comer aquele bom e velho bacalhau? Então encontramos o lugar perfeito para isso e você não se decepciona com o que a casa oferece.

Vamos começar falando um pouco do restaurante que é rota de muitos viajantes que estão indo para a estrada. O restaurante que tem mais de 40 anos é com certeza uma grande referência quando falamos de Bacalhau. A casa é bastante ampla e tem uma estrutura super tradicional então não é nem um pouco moderna. Bem ao estilo português e aquela cara de casa de vó.

Nós fomos bem na sexta-feira santa e por isso acabamos pegando um cardápio totalmente diferente daquilo que é normalmente servido pela casa, isso foi um pouco decepcionante porém entendemos que eles fizeram para otimizar por causa do dia e que aquilo provavelmente influenciaria na qualidade do prato.

Para entra pedimos um bolinho de bacalhau para cada um, eles são feitos na hora então não é da entrada mais rápida do mundo. Porém como é feito naquele instante quando chega é quase uma explosão de tão bom. O bolinho é de tamanho médio, nem pequeno e nem grande, ele é puro bacalhau então não tem batata e nem nada para te enganar. Eu amei muito e facilmente comeria outros porém sabia que o prato era grande então resolvi esperar o prato.

O prato era simples era bacalhau dourado com alho, brócolis grelhado, cebola e batatas ao murro. Os acompanhamentos era simples sem muito destaque para eles, porque o que realmente brilhava os olhos era a posta de Bacalhau. Ela era realmente grande e bastante carnuda, além de muito bem preparada. O bacalhau é super saboroso, e dá para perceber que é de muito boa qualidade, ele combina bastante com os acompanhamentos.

A casa não é das mais baratas, até porque serve pratos com ingredientes caros e de qualidade, porém os pratos são muito bem servidos e podem ser divididos com mais de 2 pessoas com facilidade. É um ótimo lugar de ir com a família.

Olha, se você gosta de bacalhau pode ser seu dia de sorte. Já tínhamos passado em frente o restaurante algumas porções de vezes, mas nunca realmente tentado comer lá. No dia que planejamos tivemos apenas um contratempo de horário: a ideia era conhecer a casa durante o almoço. Erro de iniciante. A fila impedia qualquer tentiva viável disso acontecer.

Tudo bem, era um fim de semana, filas são esperadas. Mas fiquei assombrado com a quantidade de pessoas esperando um lugar pra sentar. Sejamos justos, por outro lado: o restaurante tem um salão enorme, então ainda que a fila esteja grande – como era o caso – tudo flui rápido.

Ainda assim, desistimos e voltamos para o jantar. Muito menos concorrido, conforme o esperado. Até fizemos uma reserva, mas acabou que não precisou. O salão não estava tão cheio – salvo uma ou outra mesa de amigos e famílias.

Descobrimos que aquele dia em questão, por motivos de Páscoa, o cardápio servido seria uma versão reduzida do original, mas, ainda assim, constando os itens principais. Para nossa sorte.

Começamos com o bom e velho Bolinho de Bacalhau (R$ 10). Bem sequinho, ele realmente tem gosto de peixe, diferente de muitos lugares por aí que preferem apostar na batata, muito, por conta do valor. Neste caso, ainda bem, o ingrediente principal é o bacalhau, e você sente a cada mordida.

Mas vocês querem bacalhau? Assim como dizia o velho Chacrinha – que é lembrado nas paredes das ruas próximas ao restaurante, que convidam à casa – bacalhau é algo que não falta aqui. Como prato principal pedimos o Funchal Especial Porto (R$ 169), que além de salgado no sabor, é no preço também.

O prato serve duas pessoas, e se você for colocar na ponta do lápis e fizer algumas concessões, dá pra entender o valor. Mas que é caro, isso é. Tudo bem, bacalhau é um produto de valor alto e tudo mais, e a posta do peixe que chega à mesa é uma das maiores que eu já vi na vida. Mas não dá pra negar que é um bom dinheiro investido no prato.

Sorte que ele é bom. Tenro e suculento, ele é acompanhado de lâminas de alho frito – que podem acabar salgando um pouco demais até o prato – além de batata, brócolis e cebola. Talvez pela imagem pareça um prato pequeno, mas dependendo do caso, três ou quatro pessoas conseguem aproveitar o prato.


Bacalhau do Porto – Rua Vergueiro, 8333 – Sacomã; Abre: todo dia; Contato: 2063-6502; Transporte: ônibus, táxi; Pagamento: débito, crédito; Faixa de preços: $$$.
Anúncios

Gostou? Deixa aqui sua opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s