Rinconcito Peruano, na República

Embora São Paulo seja a capital da gastronomia, até alguns anos atrás a cozinha latina não estava tão em voga como hoje. Casas especializadas em ceviche, ou eventos de comida especializada não recebiam tantos visitantes como acontece atualmente. Se esse cenário teve uma mudança positiva, certeza que o Rinconcito Peruano contribuiu bastante para isso.

Desde as primeiras casas abertas no Centro, até sua popularização por outras regiões da cidade, o Rinconcito permitiu que a popularização da gastronomia peruana – e a latina de forma geral – se tornasse mais popular. E por algum motivo, até agora não tínhamos visitado eles! Pra corrigir esse erro temporal fomos até a matriz na rua Aurora, e agora você pode conferir todos os detalhes.

O Rinconcito é talvez o percursor de toda a onda de comida latina que praticamente dominou São Paulo. A gente entende o porque, de fato é uma comida que combina muito com nós brasileiros e, em especial a peruana, é considerada uma das melhores comidas do mundo então não tem como não gostar.

O Rinconcito começou no centro, onde provavelmente era reduto de imigrantes peruano, atualmente já são seis unidades espalhada pela cidade. Como somos tradicionais escolhemos ir no centro comer em uma das fundadoras casa. O lugar é escondido e você quase não encontra a entrada porque é apenas uma porta. No andar superior, um amplo salão surpreende para quem vê a casa de fora.

O espaço todo é decorado com objetos tradicionais peruanos, mas sempre muito simples. Assim que sentamos fomos atendidos por um garçom simpático que falava portunhõl com dificuldade. O cardápio é extenso e tem muitas opções que fazem você simplesmente não saber o que escolher.

A mistura de peixe e carne é muito comum na América do Sul, porém no Brasil parece que peixe só pode ir com peixe. Por isso resolvemos escolher um ceviche misto de entrada, um prato de carne mista também e outro de peixe com camarão. Erámos em três pessoas.

O ceviche é muito bem servido, mistura de peixe, lula, polvo e mexilhões, além do tradicional tempero. Eu particularmente achei extremamente ácido, não sei se eles costumam comer assim por lá ou se foi apenas azar. Mas o sabor de limão era extremamente forte e tirava até a picanca do prato.

Os pratos principais tem tamanho bom e depois de uma boa entrada podem ser facilmente divididos. Começando pelo prato de camarão, o molho que deveria ser apimentando, ou pelo menos foi o que entendemos, não tinha muito sabor, os camarões estavam bons e o prato combinava. Mas nada era comparado ao prato de mix de carne.

O molho é muito bom e tem um tempero incrível, a carne é macia e acompanha alguns legumes, numa especie de molho de yakissoba. O prato ainda vem arroz e batata frita. Foi com certeza a melhor coisa que comi na casa e era incrivelmente saborosa. Além de ter um preço super justo e combinar com qualquer horário do dia.

Não sei dizer o motivo que fez demorar mais de quatro anos pra conhecer o Rinconcito Peruano. Fui pela primeira vez na unidade de Pinheiros alguns meses atrás, pra perceber que tínhamos uma obrigação em fazer uma visita para o blog.

Especializado em comida peruana, a casa tem um cardápio bem completo, com comida simples e boa. Aberto a partir de um chef que veio para São Paulo buscar uma vida melhor, até hoje se mantém a característica de ter o time formado por peruanos e latinos. E isso faz toda a diferença, afinal, quem melhor pra recomendar os diferentes pratos do restaurante se não quem mais conhece eles?

E vale já avisar de antemão: algumas pessoas podem sentir o tempero acentuado da culinária local. Se você não está tão acostumado, por exemplo, o ceviche pode parecer ácido demais. Mas, seja qual for sua pedida, não deixe de pedir uma jarra de Chicha morada, que é uma bebida típica do país.

Doce e de um tom roxo marcante, a bebida – além de ser gostosa – serve pra equilibrar os sabores. E como é servida em até um litro, dá pra dividir sem problema algum.

Mas vamos falar da comida! Alguns tipos e tamanhos de ceviche estao disponíveis no cardápio, que podem servir de entrada ou até prato principal. Pedimos o Ceviche Mixto mediano (R$ 93,90), que traz filé de pescada, camarão, lula, batata e choclo – aquele milho gigante tão comum nos países latinos. Além de bom, o prato consegue servir um batalhão de gente. Só dá uma olhada na foto pra entender a quantidade de comida.

Mesmo com uma quantidade absurda de peixe, ainda fomos experimentar outros pratos da casa. O Picante de Marisco (R$ 48,90) feito com camarão e lula com um molho da casa, acompanhado de arroz e batatas no vapor, parece bonito e chama a atenção no cardápio, mas deixa um pouco a desejar no sabor.

Por outro lado, o Saltado Mixto pode não parecer tão atrativo pela foto, mas tem muito sabor. Feito com frango, carne bovina, tomate, fritas e arroz branco, o tempero faz toda a diferença e torna esse um daqueles pratos que você precisa experimentar quando for visitar o Rinconcito.

Até pois a questão aqui não é ver se você deve ir até lá conhecer, mas quando!


Rinconcito Peruano – Rua Aurora, 451 – República; Abre: todo dia; Contato: 3361-2400; Transporte: ônibus, táxi; Pagamento: débito, crédito, vr; Faixa de preços: $.
Anúncios

Gostou? Deixa aqui sua opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s