Confeitaria Nacional, em Lisboa

Lisboa, uma das cidades mais gostosas de se visitar. Sem tanta badalação como outras irmãs do velho continente, a capital portuguesa guarda bons momentos, seja qual for a vibe da sua viagem. Poderíamos falar de história, ou até de esporte, mas vamos ser honestos: o que importa é a boa comida local. Depois de conhecer um senhor lugar pra comer pastel de bacalhau, agora chega a vez para uma sugestão de sobremesa. Pastel de nata? Passa na Confeitaria Nacional!

Lisboa é uma cidade incrível, parece que cada esquina é cuidada com todo muito carinho, é limpa, bonita, arrumada e bem fácil para se locomover, além de ser sempre mais fácil entender o bom português. Com toda certeza foi a maior surpresa do roteiro.

Além disso, é quase um conhecimento geral que em Portugal se como muito bem e óbvio que nós, apesar de uma passagem curta, não podíamos deixar de experimentar o que o país tem de melhor.

O nosso conhecido pastel de Belém, é quase uma ofensa chama-lo assim fora do bairro, ou melhor pastel de nata não está fora dessa lista. Por isso fomos na Confeitaria Nacional, a confeitaria existe desde 1829 e tem um ambiente super legal e antigo. A decoração e o espaço são com certaza os mesmos desde aquela época.

Pedimos apenas os pastéis de nata porque o atendimento não era dos melhores e as pessoas não estava muito afim de trabalhar haha Sentamos em uma pequena mesa em um canto e logo vieram os pastéis. A massa é bastante crocante e o recheio saboroso, mas acho que demos azar e não pegamos os mais fresco.

É um ótimo passeio e uma viagem ao tempo, vale uma super visita.

Se tiver um lado ruim pra falar da nossa visita a Lisboa, sem dúvida foi não ter conseguido conhecer a super famosa Pastéis de Belém, também na cidade. Mesmo com tanta tradição, ela fica um pouco afastada do Centro, o que pode atrapalhar quem está com pouco tempo, como foi o nosso caso.

Sorte a nossa que encontramos a Confeitaria Nacional, já que sair de Portugal sem experimentar o quitute seria um sacrilégio.

Ao lado do metrô Rossio, fica em um lugar bem movimentado e de fácil acesso. Numa esquina da lotada Praça da Figueira, a casa aberta na distante 1829 é especializada em diversos tipos de doce (como dá pra imaginar com esse nome), e até algumas opções salgadas. Como o caso aqui era bem específico, focamos nos pastéis. Cada um sai por € 1,40, um valor que não é tão alto, e te permite pedir uma porção pra apreciar junto de um café ou até um suco, dependendo da temperatura.

Dica importante: veja que horas sai uma fornada nova, isso faz bastante diferença. Eles são crocantes, daqueles que você ouve o barulho quando morde. E se estiver fresquinho então, coloca qualquer versão brasileira no chinelo.

O recheio é bem característico, sem ficar com muito gosto de ovo, como pode acontecer em algumas receitas. A canela é opcional, mas ajuda a construir um sabor especial pra quem é fã da sobremesa. Acabamos por pegar um dos pastéis de uma fornada antiga, e a diferença é bem visível. Consideravelmente menos crocante, ao menos ainda tem o suave toque adocicado que só um bom pastel de nata pode te proporcionar.


Confeitaria Nacional – R. Belém 84-92, Lisboa; Abre: todo dia; Contato: +351 21 363 7423; Pagamento: débito, crédito; Faixa de preços: €.
Anúncios

Gostou? Deixa aqui sua opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s