La Quiche, em Pinheiros

Um lugar especializado em quiches fresquinhos com um ambiente convidativo, daqueles que você quer passar horas e horas. Parece uma escolha boa? Sem dúvida, ainda mais nessa selva de pedra que é São Paulo. Localizado em Pinheiros, bairro super tranquilo na Zona Oeste, o La Quiche parece um desses restaurantes que dá pra curtir um jantar romântico, ou até mesmo ficar de boa com os amigos. Tentamos visitar o local, sem brincadeira, pelo menos uma meia dúzia de vezes, mas nunca dava certo, pelos mais diversos motivos. Até que deu. E será que valeu? Se você quer saber, continua lendo agora mesmo.

chapeu-galeria

Fazia algum tempo que estávamos tentando ir no La Quiche, e sempre por algum motivo acabávamos pegando a casa fechada. Em uma sexta nós finalmente conseguimos encontrar aberto e pudemos provar o que a casa tem de melhor.

O ambiente é super gostoso, com um ambiente externo e um interno a casa tem um charme. O ambiente externo é realmente encantador, a decoração, o clima, as mesas, é tudo realmente muito bacana. Sentamos do lado de fora, pois não era um dia muito frio. E foi só então que descobrimos que a casa tinha cardápios diferentes durante o dia e a noite.

Isso foi super frustante, porque no cardápio da noite não tinha quiche! Para não ser injusta tinha, mas apenas três opções deles e no site tínhamos visto um cardápio bem mais amplo. O cardápio do jantar se resumia em fondue e pratos italianos, foi bastante triste porque estávamos esperando algo totalmente diferente.

Como entrada pedimos uma porção de pastel de brie com geleia de damasco, os pasteis eram gostosos e sequinhos, mas o brie não é algo super saboroso então o melhor é mesmo a geleia. Como prato principal pedimos um quiche com salada, o meu quiche era o tradicional Lorraine.

O quiche talvez foi ainda mais decepcionante do que o cardápio, ele era mucho e requentado, não foi feito na hora e tive a impressão de que ele era esquentado no microondas. Além disso, o bacon do quiche Lorraine, era pura gordura e vinha tão pouco que quase não dava para sentir o gosto. Fiquei realmente triste com o que provei e pode ter sido só uma coisa ruim ou um dia ruim.

O atendimento é bom e salva a decepção que foi a casa, quem sabe na segunda chance não me convença mais.

Não sei dizer quantas vezes batemos na porta pra visitar o La Quiche. Uma vez era feriado, outra o restaurante estava fechado. Devia ser carma ou algo assim, não sei, porque, vou dizer: antes não tivesse ido.

Claro, o ambiente é ótimo. A área externa é apaixonante, com seus guarda-chuvas decorativos e mesas de piquenique, e o atendimento também ajuda. Mas quando chegamos no cardápio, tudo desmorona.

A comida é ruim? Acredito que nem seja esse o caso. Ela não é ótima, e vou entrar nos detalhes mais abaixo, mas vamos focar no que importa. O lugar se chama La Quiche, e embora o site ofereça um cardápio extenso de quitutes que te dão água na boca (verdade, cheguei lá querendo comer um de cada), na parte da noite não tem quiche. O forte são os pratos.

“Ah, claro que tem quiche durante o jantar”, você vai me responder caso já tenha ido. Verdade, existe meia dúzia de opções na parte de entrada e saladas, diferente do que oferece o cardápio no site. Todos acompanhados de uma salada. Ou seja, caso queira experimentar dois sabores, tenho que comprar duas saladas – dispensáveis.

“Mesmo assim, existe um cardápio”. Mais uma vez, uma verdade. Entretanto, vamos analisar uma coisa. O restaurante tem um espírito francês, tem um ambiente francês (tem até uma Torre desenhada na parede), mas o cardápio é puramente italiano. A comida pode ser boa? Claro que pode, e até deve ser, mas se você vai na pegada de comer um quiche (que não tem), você acaba sendo obrigado a pedir um nhoque com ragú, ou algo do tipo.

Falta falar da comida. Começamos por uma porção de Pastel de Queijo Brie com Geleia de Damasco (R$ 26), certamente o ponto alto. Bem servido para duas pessoas, é uma opção segura pra quem gosta do queijo. Bem recheado e saboroso, queria ter pedido mais uma ou duas porções.

Como prato principal escolhi o Quiche da casa com saladinha de folhas verdes (R$ 23). E não, não funciona. Pior que não ter quiche direito no cardápio é não se empenhar pra servir seu prato mais importante – e que dá nome ao restaurante – da maneira que deve ser. Entre as poucas opções, fui na Fromage de Chèvre, mais conhecida como queijo de cabra.

E o sabor do queijo estava lá, mas faltava. Faltava a cara de um prato feito na hora. Claramente aquecido no microondas, ou algum outro forno semelhante, a quiche chega com uma textura macia, não no bom sentido, e com cara de que estava desde manhã esperando por um dono. Custava fazer na hora? Tudo bem, o proesso é mais complicado, mas o lugar se chama La Quiche!

Entre mortos e feridos, ao menos, a casa oferece um sistema de fondue, que nesses tempos mais fresquinhos, pode ser uma boa. Acompanhado de um vinho branco então. Mas não vá pelas quiches.


La Quiche – Rua Arthur de Azevedo, 657 – Pinheiros; Abre: todo dia; Contato: 3213-9230; Transporte: ônibus, táxi; Pagamento: débito, crédito, vr; Faixa de preços: $$.
Anúncios

Gostou? Deixa aqui sua opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s