Bierquelle, em Interlagos

Ficamos sempre muito felizes em sair da nossa zona de conforto, e conhecer novos bairros e lugares da cidade. Especialmente quando isso acontece na companhia de uma boa comida. Fomos finalmente conhecer o Bierquelle, tradicional restaurante alemão que fica em Interlagos, e mesmo com a suposta aventura pra chegar até o local, a viagem vale a pena.

E suposta pois a distância é relativa, não é mesmo? Embora Interlagos pareça muito longe de chegar, algo que pode afastar parte dos visitantes, vale colocar em perspectiva essa distância: é tão longe chegar em Interlagos como é longe chegar em Perdizes, ou na Lapa, se você está na Zona Sul. Ou seja, São Paulo é grande mesmo, e o que te vai fazer cruzar ela é a qualidade da comida. E pra isso, temos bons argumentos nas próximas linhas.

chapeu-galeria

O Bierquelle é longe, mas é bem longe mesmo, claro que se você mora perto provavelmente já conhecer, mas ele fica em Interlagos, perto do autódromo. Em um sábado lindo resolvemos fazer essa pequena “viagem” e até o restaurante, apesar de longe o trajeto foi tranquilo e demoramos cerca de 40 minutos para chegar.

A casa é pequena e por fora não chama muita atenção por fora, mas assim que você entra percebe que ele é inteiramente decorada e você se sente na Alemanha de tão ambientado que você se sente.

Quando chegamos achei um pouco estranho porque estava vazio e só tinha a gente, para um restaurante com mais de 40 anos, não era para estar daquele jeito.

Ainda sim, sentamos e logo fomos atendidos por dois garçons muito simpáticos, estávamos esperando dois amigos e começamos pedindo a cerveja 1795 que é bem boa. De entrada pedimos uma porção de linguiças, meio Numberger Rostbratwurst (Linguiça de porco nuremberg) e meio Thuringer Delicatessbratwurst (Linguiça de vitela turingo), a porção era pequena pelo valor do que pagamos, mas as duas linguiças eram MUITO boas, mas de verdade comeria bem mais delas porque elas era muito saborosas.

Na hora da escolha do prato principal foi uma luta, a casa oferece diversos tipos de pratos desde os mais tradicionais até os pratos mais comuns como arroz e carne.

Como estavamos em 4 pessoas, acabamos pedindo dois pratos, porém um deles é o Schlachtplatte que é um prato para 3 pessoas, nele vinha muita coisa mesmo, diversos tipos de carne e claro o joelho de porco. O outro era o Kalbsbratwurst Bernerart que era salsicha branca com molho escuro de cebolas e rosti. O primeiro prato foi escolha do Rapha e por isso acabei experimentando apenas algumas partes e que eram maravilhosas.

O prato que escolhi o Kalbsbratwurst Bernerart, ele era grande e serviu duas pessoas que não estavam com muita fome. Assumo que eu não estava com muito com muita fome porque já havia comido as linguiças na entrada e complementei com parte do prato do Rapha que era realmente grande.

Agora falando do meu prato, ele era MUITO bom. A linguiça branca era muito saborosa e combinava perfeitamente com o molho escuro de cebolas, assumo que não sei do que era feito o molho, mas tinha um sabor incrível. Além da carne, o prato acompanhava uma batata rosti que era grande, e MUITO boa, ela era fininha e bem crocante.

Tudo que a casa nos serviu era muito bom, mas talvez as duas coisas que mais valem a visita é o atendimento e as mostardas feitas pela casa, eram 5 tipos diferentes e todas muito saborosas e até disponíveis para venda. E o atendimento é nota 10, os garçons são simples mas extremamente atenciosos e interessados naquilo que vendem.

Além disso, a casa também oferece fondue, até mesmo rodízio por um preço SUPER em conta. A viagem vale cada centavo, comida maravilhosa e preço justíssimo.

Apenas acordamos com vontade de uma cozinha alemã. Quem nunca? Em uma busca rápida a respeito dos restaurantes típicos na cidade, acabamos escolhendo o Bierquelle dessa vez (mas não se preocupem, os outros estão na nossa lista também).

Fundado em 1984, o local ficou famoso pela fidelidade nas receitas, e também pela produção dos próprios embutidos e também das próprias mostardas.

Sobre os embutidos, existe uma longa lista de variedades, que podem ser servidos como entradinhas ou pratos principais. Como sugestão do atendimento que tivemos – ótimo, vale ressaltar – acabamos escolhendo uma porção de duas linguiças (R$ 29,50) na abertura do almoço: a Nürnberger Rostbratwurst, que é uma linguiça de porco tipo Nuremberg; e a Thüringer Delicatessbratwurst, de vitela.

Antes de qualquer coisa, não entre em desespero. Apesar dos nomes em alemão, o cardápio oferece ao lado uma descrição em português, de maneira que qualquer saiba o que está pedindo.

E é bom saber mesmo, pra poder repetir. As linguiças são boas. Muito boas. Acompanhadas das diferentes mostardas feitas em casa, o sabor fica ainda melhor. A de vitela tem um gosto que se destaca, tornando como único ponto negativo o fato da porção não ser tão bem servida. Caso não esteja com tanta fome, ou não esteja em um grupo grande, ir para o prato principal não é o fim do mundo.

O cardápio nesse caso é bem variado, e vai além dos embutidos. Pratos típicos da Alemanha estão descritos pelas páginas, e até mesmo uma seleta de cozinha internacional. Entre schnitzels e currywurst, a escolha foi meio óbvia: pelo carro-chefe da casa, o joelho de porco.

Se for sua primeira vez na cozinha alemã, e tinha interesse em conhecer um pouco sobre seus sabores, o Schlachtplatte (R$ 126,00) é a escolha certa. Mas você não pode estar sem ninguem nessa aventura. O prato serve facilmente três pessoas, e é formato por boa parte das receitas do outro lado do oceano: o joelho de porco, chucrute, batatas, bolinhos de pão e muita linguiça.

Vamos começar pelo menos bom? Certamente o bolinho de pão. Com uma textura única, é o tipo de prato que ou você ama, ou você odeia. Não senti muito sabor, e poderia ter ficado sem, sem problema. Pelo outro lado, o chucrute – uma conserva de repolho – é bem saboroso, e combina pra ser comido com todos os outros itens do prato.

Mesma coisa para as saborosas linguiças. Lembra daquela questão da entrada? Então, quase todas são servidas no prato, então, de uma maneira ou outra, você consegue experimentar os embutidos.

Quando você já está satisfeito, percebe que ainda tem um joelho de porco enorme na sua frente. E mesmo sem espaço pra mais nada, experimentar sua carne macia e suculenta, que se desfaz no garfo, é uma das certezas que todo mundo deveria ter.


Bierquelle – Avenida Professor Papini, 169 – Interlagos; Abre: terça a domingo; Contato: 5666-3416; Transporte: ônibus, táxi; Pagamento: débito, crédito; Faixa de preços: $$.
Anúncios

Gostou? Deixa aqui sua opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s