La Trattoria, em Pinheiros

Que São Paulo é a capital da gastronomia, ninguém tem dúvida. A cada semana temos novos restaurantes, novos bares e novas modinhas que fazem todo mundo procurar um prato específico, ou uma cozinha específica, por um longo período. Por outro lado, São Paulo também é a capital da gastronomia por oferecer alguns bons clássicos, restaurantes que estão funcionando durante tanto tempo que acabam passando batido. Instalado desde sua inauguração, em 1978, em Pinheiros, o La Trattoria é uma dessas boas opções escondidas entre tantos pratos moderninhos pela cidade.

chapeu-galeria

O Rapha já havia falado da La Trattoria quando ele trabalhava no bairro de Pinheiros, por isso quando escolhemos o restaurante sabíamos o que estávamos esperando. Fomos em um sábado no almoço, por isso a casa estava cheia e principalmente com bastante família. Sentamos na única mesa que estava vazia, que era bem apertada e quando vagou uma mesa mais confortável, nós nos mudamos para ficar ainda mais à vontade.

A cantina dá aquele ar de casa de vó e os garçons são muito por isso sempre tem alguém por perto, até porque as mesas são sempre muito próximas. O cardápio é típico de uma boa trattoria, são muitas opções de massa, carnes e risotos, é tanta coisa que você fica super em duvida do que pedir, é bem difícil. Para começar pedimos uma entrada, as famosas bruscretas e são 4 fatias, realmente bem servidas e com um sabor extremamente bom! Eu poderia ter almoçado elas, porque é realmente muito saborosa e vale os R$19,15 pagos.

Na hora do prato principal foi realmente complicado escolher, acabei optando por uma massa afinal era uma trattoria e o Rapha pegou uma massa com frango. Eu escolhi o Fettutine de Azeitona com o molho de Ragu picante, que era bolonhesa, pimenta vermelha, bracon e copa. Quando pedi pensei em pegar algo diferente do que eu normalmente peço porque é legal mudar, certo? Na verdade sim, mas eu não consigo mesmo mudar. Eu não gostei do prato que pedi, achei que o molho era um bolonhesa com pimenta, não senti gosto de bacon e menos ainda de copa.

E eu realmente não consegui comer o meu e quando provei o prato do Rapha acabamos trocando. Ele havia pedido o Filé de Frango a milanesa com Talharine a Trattoria, o molho Trattoria é feito de molho branco, gorgonzola, presunto e parmesão. O molho tem um sabor forte de gorgonzola, mas é realmente MUITO saboroso, igualmente para o filé de frango, que era saboroso e super crocante. O Rapha ficou chateado de ter trocado, mas no final ele acabou gostando de ambos os pratos, pelo menos foi o que ele falou.

Não gostei do prato e não por pela casa, eu sei que não era um prato mal feito, mas eu não gostei porque escolhi mudar o que eu costumo gostar. Eu voltaria na casa para provar outras massa e outros molhos, porque o cardápio nos dá essa possibilidade. É um ótimo lugar para visitar com a família e principalmente pois os pratos tem valores super acessíveis. Vale a pena!

O bom de visitar trattorias é saber que dificilmente você vai sair com fome de lá. Conhecidas pela fartura e pelo sabor, era tudo o que procurávamos quando fomos até a La Trattoria, aconchegante casinha que fica perto do metrô.

Com um ar de antigo pelo ambiente, é impossível não se sentir no passado durante sua estadia. As variadas peças de decoração que fazem referência à cultura italiana são mais um ponto pra criar essa atmosfera nostálgica.

E falando sobre a decoração, não tem como não mencionar a apresentação dos pratos e porções. Não devem nada para o sabor, mas a apresentação parece ter saído diretamente da cozinha da sua avó. Não que seja ruim, ou bom, apenas mais tradicional.

Sobre o sabor, nada a reclamar. Começamos pela Bruscheta de Tomate (R$ 19,15), que consegue misturar vários sentimentos em uma mesma mordida. O pão crocante, direto do forno, com o tomate fresco e o queijo salpicado te fazem ficar triste sabendo que a porção contém apenas quatro unidades. Caso fosse possível, a gente poderia ficar comendo durante a tarde toda várias e várias porções.

Na hora do prato principal, um problema. O cardápio é bastante longo. Você pode escolher o tipo de massa – e são muitos tipos – e de molho – também muitos, muitos tipos. Ou pode até preferir um prato pronto. Escolhi o Filé de Frango à milanesa com Talharine a Trattoria (R$ 39,75), mas não por muito tempo.

Após a chegada dos pratos à mesa, a Na acabou não gostando muito do seu Fetutine de Azeitona ao Ragu Picante (R$ 40,50), e acabamos trocando de pratos. Mas não sem antes poder experimentar um pouco da minha primeira opção. Bem servido, ele traz um gostoso molho branco com gorgonzola, parmesão e tiras de presunto, além, claro, do sequinho e crocante frango à milanesa.

Já sobre meu segundo – no caso, primeiro – prato, acabei me surpreendendo. Não sou um grande fã de azeitona, e aqui ela fica restrita ao nome. O ingrediente tem como real função escurecer os longos fios da massa, pois não trazem muito sabor próprio. Ou talvez até tenha, mas foram ofuscados pelo molho. Forte, tem um tom certo de pimenta, que somados com a copa, o bacon e o ragu, dão uma pegada mais acalorada para o sabor.

Independente de qual seja seu paladar, a La Trattoria mostra que consegue agradar todos, com seu extenso cardápio de pratos leves e picantes, crocantes e frescos.


La Trattoria – Rua Antonio Bicudo, 50 – Pinheiros; Contato: 3088-3572; Transporte: metrô, ônibus, táxi; Pagamento: débito, crédito, vr; Faixa de preços: $.
Anúncios

Gostou? Deixa aqui sua opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s