Verde, redondo, geladinho e a cara da praia

O que é, o que é: É hidratante, tem muitas vitaminas, é barato e ainda fácil de encontrar em qualquer praia? Adivinhou? O produto mais democrático das areias é o tema da coluna dessa semana: Coco!

Já parou pra pensar em como o coco é a única coisa (até onde eu sei) que você encontra em qualquer praia do país? Não importa qual o hábito da região, a comida típica da cidade ou a cor do mar, a garantia é que vai ter coco. Seja pra quem prefere a água ou a “carninha” dentro da casca; pra quem toma direto com canudo ou leva pra casa na garrafinha; pra quem mora na praia ou pro gringo branquelo que nunca vê sol, a alegria se encontra dentro daquela bola verde. Não é à toa que as grandes marcas encaixotaram e enlataram a bebida para também se aproveitar dessa paixão nacional.

Além de refrescar muito mais do que a nossa amada cervejinha gelada, a água de coco também traz benefícios muito além da temperatura. São tantas coisas ali dentro – vitaminas, minerais, carboidratos, enzimas – que a água de coco já é considerada internacionalmente como o melhor reidratante oral. Importante tanto pra quem está se divertindo e se bronzeando quanto para esportistas e atletas.

Curiosidade: Você sabia que durante a II Guerra Mundial a bebida era usada como soro fisiológico injetada na veia dos soldados feridos? Ela ajudava a equilibrar os líquidos do organismo nas cirurgias de emergência, de tão compatível que é com o nosso corpo. OBS.: NÃO FAÇA ISSO HOJE, POR FAVOR!!

Consumir coco na praia se tornou algo tão natural para os brasileiros que até para fora do país nós levamos esse hábito. Nos Estados Unidos, o mais comum é consumir aquela água de coco horrorosa industrializada de caixinha. Isso até dois brasileiros moradores de Miami resolverem investir num trabalho diferente. Eles levaram do Brasil a serpentina para gelar o coco, o abridor e até o carrinho, tudo de acordo com as normas do Departamento de Agricultura da Flórida e hoje têm o primeiro carrinho de água de coco licenciado e autorizado a trabalhar no estado.

Agora eles já estão até em negociação pra participar da Nascar! Mas não vai pensando que é tão fácil realizar aquele sonho de largar o terno e gravata e ir vender coco na praia. Apesar de estar fazendo sucesso, essa brincadeira custou 50 mil dólares de investimento inicial!
Já entendeu, né? O verão já está se aproximando, já dá pra sentir o cheiro da maresia e aquele calorzinho na pele. Começa a separar o biquíni, a bermuda, o protetor solar porque tem muito coqueiro por aí pedindo pra ser esvaziado!

Mate sua sede e boa praia!


Papo de Praia é escrita por Beatriz Franco, colunista do Comida pra Casal sobre a principal preferência do paulistano durante os feriados: praia. Com o objetivo de provar que se come muito bem perto do mar, a coluna vai abordar todo tipo de relato interessante, na visão de uma caiçara.

Anúncios

Gostou? Deixa aqui sua opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s