Pé na areia, mas de barriga cheia!

Todo mundo que é rato de praia sabe que chega uma hora do dia em que o estômago se manifesta e surge aquela dúvida: ir comer num restaurante ou continuar aproveitando o sol o máximo possível? Eu confesso, quando a praia e a companhia estão boas, não tenho a mínima vontade de ir embora. E olha que eu preferir alguma coisa à comida é um milagre!

Pensando nisso, a coluna desse mês é sobre as comidas que você pode comer pelo litoral sem precisar tirar seu pezinho da areia ou vestir a canga de novo. Fui atrás dos meus consultores praieiros de várias regiões do país pra saber o que andam comendo por aí.

São Paulo

Aqui no litoral paulista o que bomba é pastel, milho cozido e o famoso “meio a meio com limão”, a mistura de mate gelado com suco de abacaxi e limão espremido. Em Santos, os carrinhos de pastel são as melhores opções de serviço pra quem não quer ter trabalho. Eles estacionam e distribuem pela areia as cadeiras e guarda-sóis pra quem não tiver e você consome os produtos que eles venderem. Pode até fazer uma conta no seu nome e pagar só no fim do dia. Ah! A faixa de areia aqui é bem grande, então quem quiser levar suas próprias coisas e não ficar preso a ninguém, também têm muito espaço livre. Já os carrinhos de milho ficam rodando pela areia toda. Você pode até não querer comer, mas aquele cheiro passando do seu lado torna quase impossível resistir.

Rio de Janeiro

160813-01

No Rio de Janeiro a febre é o querido biscoito globo com mate. Os vendedores dos dois produtos já foram até declarados como Patrimônio Cultural Carioca. O biscoito nada mais é do que aquele tradicional polvilho, mas para os cariocas, se não for o Globo, não serve. Realmente, quem começa a comer esse biscoito percebe o quão viciante é. Tudo acompanhado daquele mate com limão bem gelado pra baixar as temperaturas escaldantes.

Nordeste

160813-02

Pelo Nordeste, a variedade de comidas à disposição é bem grande, mas o que mais me chamou a atenção em Aracaju foi o amendoim com casca fresquinho. São muitos ambulantes oferecendo por toda a orla. Normalmente, eles deixam uma amostra pra experimentar e se você gostar, compra mais. Pra mim, só a quantidade que vinha de cortesia já era mais do que suficiente. Junto com uma água de coco bem gelada ou uma boa caipirinha, é sucesso! Outra preferência das praias da região é o caranguejo (já falamos dele por aqui). Aquela bandeja compartilhada com os amigos, completa a experiência de aproveitar a praia ao melhor estilo nordestino.

Sul e Norte

Duas regiões tão distantes, mas que compartilham uma paixão nas areias: o camarão. Em porções no bafo, à milanesa ou misto com lula, é ele que mata a fome de sulistas e nortistas. Um diferencial da região Sul, principalmente dos Rio-grandenses é não abandonar o chimarrão nem com os pés na areia. Pode estar calor, mas lá estão eles com sua água quente e erva-mate. Não vou opinar já que não gosto. Essa parte deixo só pra eles mesmo. Fico com o mate gelado mesmo.

Como dá pra perceber, opções não faltam de Norte a Sul do país. O que importa é matar aquela fome e poder continuar aproveitando a praia. E você? O que come quando está pelas areias da sua cidade ou de férias pelo Brasil? Sugere aí que eu vou experimentar! Boa praia!


Papo de Praia é escrita por Beatriz Franco, colunista do Comida pra Casal sobre a principal preferência do paulistano durante os feriados: praia. Com o objetivo de provar que se come muito bem perto do mar, a coluna vai abordar todo tipo de relato interessante, na visão de uma caiçara.

Anúncios

Gostou? Deixa aqui sua opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s