Qual é a melhor batata-frita?

barra-2016-fastfood

Fala a verdade. Você sempre se perguntou isso, mas nunca chegou em uma resposta clara. Afinal, em qual oportunidade seria possível comer todas as batatas-fritas disponíveis e apontar, por A mais B, a melhor? Sorte que você lê esse blog, e uma das razões que estamos aqui é poder sanar exatamente este tipo de dúvida. Por isso o tema da coluna de hoje é exatamente esse: qual a melhor batata-frita disponível no mercado hoje em dia?

Para ser justo e honesto com todos, o experimento foi realizado em uma mesma noite, no intervalo de 1 hora entre todos os participantes. Por motivos logísticos, e óbvios, o teste foi realizado no Shopping Center 3, afinal, atualmente estão disponíveis no local McDonald’s, Burger King, KFC e Giraffas. Fora esses, poucas quadras ao lado, ainda na Paulista, fica o Bob’s, último dos participantes.

Entre o corpo de jurados do teste a seguir, apenas este que vos escreve participou, afinal, só mesmo uma única pessoa pra poder apontar de maneira tão fácil qual a melhor. Caso o corpo de jurados fosse maior, certamente um resultado não seria obtido no mesmo dia. E para profissionalizar a pesquisa de campo, foram analisados os seguintes quesitos: sabor, custo-benefício, crocância, cor e fartura. Preparados?

160206-fastfood-01

Custo-benefício

Vamos começar pelo dinheiro, uma vez que ele é o ponto que mais dói no seu bolso. Todos os postulantes analisados apresentaram o mesmo quesito: uma porção de batata-frita média, sem combo acompanhando nem nada. Apenas as batatas.

A faixa de preços não varia muito. Todas estão entre R$ 5 e R$ 6, um valor que pode ser considerado válido, dependendo de como chega à bandeja. No ponta mais baixo da tabela estão KFC e Bob’s, enquanto o McDonald’s é o que mais cobra pelo acompanhamento. Empatados bem ao meio, por R$ 5,50, estão Burger King e Bob’s. Desta maneira, fazendo uma matemática básica, podemos ser justo em apontar como uma dessas duas últimas como a melhor opção em custo-benefício. Entre Bob’s e Burger King? Escolha a rede americana.

Crocância

Neste quesito a tradição acaba falando mais alto. Mas de nada vale a tradição se a lição de casa não for bem feita. Quem nunca se imaginou comendo uma porção de fritas do McDonald’s quando a fome bate mais forte?

Embora uma ou outra batata chegue mais queimada, é impossível não escolher a candidata dos Arcos Dourados como a mais crocante entre todas. A opção do Burger King até consegue se aproximar um pouco, mas não consegue vencer exatamente a tradição. Por sua vez, Bob’s, KFC e Giraffas não se saem nenhum pouco bem. Enquanto as de Kentucky chegaram murchas e cruas, as postulantes das redes brasileiras ficam naquela média segura, sem tirar nem por.

Cor

Amarelo, não? Sim, sem dúvida. Mas já se perguntou quantos tons de amarelo existem? Na verdade, a razão de ter escolhido cor como um dos critérios de votação era apenas para falar do aspecto horrível das batatas do Bob’s. Acho que não preciso nem comentar muito, basta olhar na foto no começo da coluna. Sabe aquele amarelo desbotado de coisa que fica muito tempo tomando sol? É exatamente essa a cara das fritas servidas na franquia do Rio de Janeiro.

Por outro lado, as melhores acabam ficando empatadas entre o Burger King e o Giraffas. Estamos analisando aqui apenas a cor, e em ambas as cadeias de fast-food esse quesito se sai muito bem. Enquanto nos americanos o acompanhamento tem um que de batata rústica, na rede de Brasília as fritas chegam amarelinhas como devem ser.

Fartura

De quê adianta pagar pouco e não vir quase nada? Essa é a tônica que reflete no teste, e faz com que o Giraffas consiga ficar por último neste quesito. É a mais barata? É sim. Mas que adianta ser barata e vir com duas ou três batatas no pacotinho? Talvez seja azar do rapaz da chapa, ou padronização da casa, mas a verdade é que não vale a pena por esse ponto pedir suas tão sonhadas batatas no Giraffas.

Em contrapartida, claro, como não poderia de ser, a tradição de Ronald e seus amigos acaba falando mais alto. Custa R$ 6, o pacote mais caro? Custa. Mas vale pelo que é servido. Uma coisa que todo mundo sabe é como o McDonald’s não economiza em suas batatas. Quase caindo pra fora do recipiente, é a melhor opção pra quem está com princípio de fome. E lembrando que estamos analisando a variante média.

Sabor

Claro que o melhor deveria ficar para o final. Afinal, de quê adianta julgar tanta coisa e a batata ser horrorosa, não é? E logo de cara já podemos excluir as três participantes com menos expressão no Brasil. A começar pelo KFC. Eu adoro KFC, o frango é bem gostoso, realmente. Mas o C da sigla significa frango – em inglês – e eles realmente devem focar nisso. A batata deles tem um sabor péssimo, fria, crua e que vai te deixar deprimido depois de quatro ou cinco tentativas.

Já o Giraffas, coitado, até que tentam, mas estragam fritando aquela batata que você compra no supermercado. Isso seria um problema? Até que não, mas falta um sabor próprio pra ganhar uns pontos. Ou falta qualquer tipo de sabor, pra ser mais específico. Você pode comer o pacote inteiro, da média ou da pequena, e talvez você consiga se satisfazer, mas vai faltar uma pitada de sabor. E de sal.

Bob’s. Ah, o Bob’s. Tão conhecido pelos milk-shakes, responsável pelo reposicionamento de marca mais interessante de 2015, dono do maravilhoso Double Cheeseburger, e tão avacalhado em sua batata frita. Além de ter conquistado o quesito de pior cor, as batatas de lá tem gosto de qualquer coisa. Menos de batata.

Na disputa pela glória, McDonald’s e Burger King, pra variar, disputam palmo a palmo, sendo que a segunda acaba ganhando pontos a mais pelo teor mais salgado e pela espessura das fritas. Por ser mais grossa, você acaba saboreando mais a porção do Rei, e aproveita pela harmonia entre o tubérculo e o sal. No McDonald’s o ingrediente branco acaba pecando um pouco, mas o suficiente pra não conquistar o quesito.

Somatória dos pontos

Antes de apontar qual a melhor, talvez seja interessante escolher a pior entre as cinco. E sem muitas dúvidas, o KFC consegue conquistar esse troféu negativo. Por tudo que já foi falado aqui, ela decepciona de tantas maneiras que você só vai pedir frango nas próximas visitas. Não que Bob’s e Giraffas se saiam muito melhor. A escolha foi bem parelha, uma vez que no sabor todas pecaram equilibradamente. Enquanto o Bob’s parece que te serve uma porção de inhame branco (nada contra inhame), o Giraffas te serve uma porção de batatas fritas em óleo velho e que deixa-a molenga.

Por outro lado, o McDonald’s aparece como uma escolha segura e honesta, com um preço que vale a pena ser investido quando você está com fome. Em poucas vezes a padronização da casa falha, por isso dá pra ir sem medo de ser feliz. Entretanto, ainda assim, ela não é párea para as suculentas fritas do Burger King. Bem servidas, com um preço honesto e bastante saborosas, elas são a escolha perfeita pra quem procura uma opção rápida de comida.


Fast&Food é escrita por Raphael Diegues, editor do Comida pra Casal, que aborda novidades e dúvidas dos consumidores a respeito das redes de comida rápida espalhadas pela cidade.

Anúncios

Gostou? Deixa aqui sua opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s