Bullguer, em Moema

Quando a gente decidiu fazer a terceira edição da Quinzena do Hambúrguer apareceram várias dúvidas, mas entre elas, uma certeza: o Bullguer tinha que estar na lista. Afinal, estamos falando da hamburgueria da moda, que foi escolhida como a melhor da cidade e tudo mais. Então por qual outro motivo não deveríamos fazer aquela visitinha especial? A fila? Talvez, mas nada que horários alternativos não resolvam. Seja como for, chegou a vez deles, pra encerrar com chave de ouro mais uma série de hamburguerias de São Paulo. Aperte os cintos e curta a viagem!

chapeu-galeria

Bullguer é o atual melhor bom e barato de São Paulo, ele não é exatamente um joint, mas ele é bem sucinto. Ainda sim, o preço no cardápio é um preço super justo, preço que poderia se cobrado em quase todos os lugares mas não acontece por ego da maioria dos restaurantes. O hambúrguer mais caro do cardápio é R$22 e acredito que isso seja o suficiente para um lanche.

Lá não é um lugar fácil de ir, assumo, ele é pequeno e por ser tão badalado acaba tendo filas absurdas e isso atrapalha um pouco, eu por exemplo não sou nem um pouco fã de fila e não costumo esperar muito em nenhum lugar. Então para podermos ir fomos em um horário alternativo para poder sentar e comer tranquilamente, era domingo às 18h e mesmo assim ainda esperamos cerca de 30 minutos para conseguir uma mesa. A moça que anotava a fila de pedidos era um pouco perdida e isso acabava atrasando ainda mais a espera.

Como entrada pedimos batata, claro a porção é razoável e sai por R$9. O melhor dessa batata é que, além de ser super crocante, ela é extremamente bem temperada e dá vontade de comer até morrer de tão bom. O que fica ainda mais gostoso é junto com a maionese feita em casa, nossa é coisa fora do comum de bom, eu até pensei em pedir outra porção mais acabei me contendo.

Já o lanche pedi o Stencil, que era Pão, Carne, Queijo, Cebola Roxa, Tomate e Alface, esse lanche saiu por R$18. Como estava com muitas fome, pedi um duplo, incluir um hambúrguer a mais sai por apenas R$6 e achei que isso vale super a pena. O lanche com duas carnes eu achei muito justo, o sabor da carne é incrível e vem exatamente do jeito que você pede, a combinação do lanche é muito bem feita e junto com a maionese da casa fica ainda melhor. O sabor é realmente único e vale a pena conhecer com toda certeza, porém não garanto como melhor bom e barato.

Fama leva a fila, isso é um fato. Sempre que um lugar se destaca na multidão, a própria multidão vai em peso atrás. E não seria diferente com o Bullguer. Tentamos ir em uma noite de sábado, pra descobrir que seria impossível, tamanha a fila. Na segunda tentativa escolhemos um horário mais alternativo, no meio da tarde, onde até estava cheio, mas acabamos ficando só 10 minutos na fila.

Sem mais delongas, é importante dizer: a visita já vale só pela porção de Fritas (R$ 9). Além de ser barata, ela é incrivelmente saborosa e temperada. Crocante, ela fica ainda melhor com a maionese da casa. Uma pena que o potinho é pequeno, pois poderia comer várias e várias e várias . Como não foi o caso, acabamos pedindo apenas uma, para depois escolher dentre as opções de lanche no cardápio.

Outro ponto que merece destaque são os preços. O lanche mais caro sai por R$ 22, algo bem em conta, se formos considerar que estamos falando de uma casa gourmetizada em pela Moema. Ainda que o mais caro tenha esse valor, até dá pra gastar mais dinheiro, dobrando a quantidade de queijo e carne do seu lanche. Foi o que eu fiz? Sem dúvida. Pedi um Bullguer Duplo (R$ 24), muito por levar o nome da casa. Feito com queijo, picles e molho da casa, ele parece ser bem simples, mas é essa simplicidade que ressalta o sabor.

Todos os ingredientes fazem uma participação interessante, não sendo apenas figuração para a carne. Ela, aliás, é o grande ponto alto, com muito sabor. O queijo, por sua vez, não preza pelo mesmo prestígio, e talvez seja o ponto mais baixo de toda a visita. Mesmo assim, nada que atrapalhe a deliciosa experiência que é comer nessa hamburgueria. Título de melhor casa da cidade merecido? Bem provável, mesmo com tantos outros competidores de peso.


Bullguer – Rua Diogo Jácome, 606 – Moema; Contato: 3044-2757; Transporte: ônibus, táxi; Pagamento: débito, crédito, vr; Faixa de preços: $.
Anúncios

Um comentário sobre “Bullguer, em Moema

Gostou? Deixa aqui sua opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s