Croc 30, na Vila Mariana

O mundo dos pasteis vai bem além de carne, queijo, palmito ou pizza. Dúvida? Basta dar olhada no cardápio do Croc 30. Com um monte de opção diferente, a casa consegue transformar aquela experiência de ir à feira em algo único. Claro, você vai precisar gastar um pouco com isso, mas dependendo da situação, pode ser uma saída bem gostosa. Até porque os pasteis daqui têm 30 centímetros, por isso o numeral no nome da empresa. E fizemos uma visitinha pra conhecer a casa, e agora você vai conferir as nossas impressões.

chapeu-galeria

Eu já tinha ido no Croc 30 uma vez, e como é perto de casa sempre passamos na porta, por isso decidimos para e finalmente escrever no blog sobre lá. O espaço tem um ambiente gostoso para um almoço em um dia de sol, ou para matar o tempo junto dos amigos, bem agradável. Acho que pastel combina bem com esse ambiente, afinal pastel deve se comer com a mão, e pingar óleo, além claro, de ficar toda suja com a casquinha.

O garçom era um pouco demorado e não por estar cheio e sim porque eles ficavam conversando entre si, mas depois mudou o garçom e o que nos atendeu era melhor. O cardápio é extenso, mas não era o que eu esperava, os sabores presentes eram basicamente aqueles que vendem na feira. Não que eu seja fresca ou algo do tipo, mas eu gosto de investir meu dinheiro com inteligência. Eu poderia ir na feira e comprar um pastel normal com os mesmo sabores e pagar R$ 4. Tudo bem, lá o pastel é de 30cm mas não justifica o preço que eles cobram em pasteis simples como Bauru (R$15,90), isso para mim é um preço absurdo.

Enfim acabei pedindo o de Pepperoni (R$ 19,20), que é basicamente um pastel de calabresa com queijo só que ao invés da calabresa é o Pepperoni. Quando você pede um pastel de 30cm e praticamente metade dele vem com ar e ainda paga R$20 reais por ele, você não sai muito feliz de lá. Pelo menos eu não fiquei, eu gostei achei que ficou uma boa combinação e que o recheio tinha um sabor legal mas a quantidade não me deixou feliz, infelizmente é pouca coisa. Além disso o sabor que eu pedi tinha MUITO óleo, acredito que é porque ambos os ingredientes soltem muito óleo, na hora não liguei mas depois aquilo pesou e fiquei enjoada.

Mesmo depois de comer um pastel de 30cm ainda cabia um pastel doce né, sempre cabe um doce. Então pedi o de morgando com Nutella, o doce não é de 30cm e sim de 20cm, por R$16,40. O preço mais uma vez alto levando em consideração que é um pastel. O pastel é gostoso, afinal Nutella é bom de mais né, mas os morangos que eles usaram não estavam muito bons. Senti um pouco de amargura, certamente não eram os morangos mais frescos disponíveis, e isso acabou compromentendo bastante o resultado do pastel, tornando-o totalmente dispensável.

Não sei você, mas toda vez que penso em pastel, me lembro de praia. E acho que esse sentimento aumentou na hora que chegamos no Croc 30. Com um ar de casa no litoral, ela transmite uma calma ao cliente, sejam pelas tranquilas mesas na calçada, ou o ótimo vento batendo na cara, acompanhando de uma bela cerveja gelada. Tem coisa melhor que isso?

Até tem, convenhamos. Mas o cenário parece promissor. Tanto que na hora em que o cardápio chegou, fiquei uns bons minutos me decidindo qual decisão tomar. São por volta de 40 variedades que vão desde as combinações mais comuns até umas coisas mais leves, como a mistura de queijo branco e peito de peru. Acabei escolhendo o Madureira (R$ 21,90), que faz referência ao endereço da pastelaria, e chama atenção em sua descrição: carne seca puxada na manteiga, queijo coalho e azeitonas.

Pra resumir minha opinião, o pastel é bem gostoso, mas não vale o investimento. Estamos falando de um pastel com um valor acima dos vinte reais. Feito com carne seca, queijo coalho e azeitona. Entendo que o lucro é fundamental, mas é preciso ser sustentável com o consumidor. Tudo bem, podemos justificar que é um pastel de 30 centímetros, mas ainda assim, o nível de recheio não acompanha o da massa – como de praxe na receita. Com isso, fica aquela impressão de que você pagou mais do que comeu.

Sobre o pastel, a carne seca se sobressai, facilmente. O queijo poderia ser uma muçarela ou um requeijão, algum com uma textura mais cremosa, que ajudasse a dar mais liga. Nada que atrapalhe o gosto, mas certamente daria pontos extras. Até porque a manteiga não aparece tanto, pra funcionar como esse ingrediente.

Como a fome não parou por aí, claro que pedi um pastel doce. O escolhido foi o Dueto (R$ 13,70), feito com doce de banana e doce de leite. Pra compensar o salgado, aqui existe um excesso de recheio. A combinação é boa, mas pode ser exagerado e enjoar um pouco. Um ponto interessante é o doce de banana, que vem gelado. Não sei se é proposital, mas uma versão quente dele talvez fosse combinar mais.


Croc 30 – Rua Sena Madureira, 450 – Vila Mariana; Contato: 5084-7880; Transporte: ônibus, táxi; Pagamento: débito, crédito, vr; Faixa de preços: $.
Anúncios

Gostou? Deixa aqui sua opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s