Honey Café, na Lapa

A melhor parte de se ter um blog é poder explorar lugares que normalmente não seriam explorados, e a partir disso encontrar algumas joias pela cidade. Pela primeira vez fomos até a Lapa pra descobrir o que o bairro guarda de melhor. E logo de cara descobrimos um lugar perfeito pra descansar numa tarde quente de sábado. Até porque foi exatamente isso que fizemos no Honey Café. Primeiro você já se impressiona com a entrada fofa do lugar, e o sentimento é amplificado no momento em que se dá o primeiro passo dentro daquela casa de bonecas em tamanho real. E se fosse só isso seria legal, mas melhora quando a comida também é boa e o atendimento primoroso.

chapeu-galeria

Que surpresa esse Honey Café. Não estava dando muito por ele, e depois da primeira passada por seu salão com duas mesas, achei que a decoração seria o ponto mais alto da visita. Ledo engano. Tudo começou quando fomos convidados a visitar o jardim externo da casa, um ambiente que simplesmente parece ser fora de São Paulo. A Lapa já é um pouco mais calma naturalmente, só que este espaço consegue extrapolar isso, tamanha calmaria. Com mesas mais rústicas e muito verde, é o tipo de lugar que você vai sem ter hora pra sair. E neste tempo dá pra aproveitar e comer alguns quitutes da casa.

E sem problemas caso não tenha ideia do que pedir. O atendimento amistoso vai te ajudar a escolher alguma coisa, sem esquecer de contar alguns causos locais entre um doce e outro. Pra começar tudo pedimos alguns Macarons (R$ 4,50 cada), que são bons. Não ótimos, nem ruins, apenas bons. O de laranja e o limão são os melhores, mais macios e delicados. Eles se destacam por não enjoar após a primeira mordida. Isso já não acontece com o de pistache, doce demais. Por sua vez, o de frutas vermelhas faz mera figuração e não atrapalha, mas pode ser preterido pelos dois primeiros.

Outro ponto que vale a menção é o Smoothie de Maracujá (R$ 9,90), que apresenta vantagens e desvantagens. Não estamos falando realmente de um smoothie, que fique claro. É um suco de fruta misturado com leite e batido com gelo, mas pouco lembra como deveria ser realmente a bebida. Entretanto, não é de todo mal o sabor, tênue entre o doce e o azedo, como o maracujá deve ser, além de bastante refrescante. Pega um pouco pelo valor, uma vez que estamos falando de apenas um suco com leite.

Que lugar ruim, só existem pontos negativos, você deve imaginar. Muito pelo contrário. Primeiro porque nenhum ponto é negativo a ponto de não merecer uma visita. E caso ainda existam dúvidas, temos a Coxinha (R$ 7,90). Espetacular o salgado, preparado na casa, e consegue fazer frente com os melhores salgados da cidade. A do Veloso, conhecidamente como a mais gostosa de São Paulo por muitos, não fica muito distante desta aqui. Altamente cremosa, ela mistura o frango e a massa, formando algo que pede por mais uma mordida. Além disso, ela é frita na hora, e não fica naquelas famigeradas estufas de bar. Com isso, espere por um quitute quentinho e crocante por fora, mas ao mesmo tempo saborosa e fresca por dentro.

Sempre queremos ir para lugares da cidade que não costumamos ir, e dessa vez estávamos na Lapa, então resolvemos procurar alguma coisa interessante por perto. Encontramos um café que parecia muito simpático, que fica em uma parte super residencial, e mesmo assim consegue chamar atenção: é uma casinha simples por fora, e por dentro não é um café luxuoso. Entramos e vimos algumas coisas na vitrine e não gostei de primeiras, mas uma moça nos informou que podíamos sentar que o garçom ia nos atender, fomos então para as mesas na parte externa e ficamos encantados.

As mesas ficam em um jardim ao ar livre, com um ambiente incrível. Sentamos em uma das mesas, e eles nos trouxe o cardápio, mais completo que as opções na vitrine, me deixando mais interessada. Vi que nele tinha Torta de Maçã (R$ 7,90), então não pensei duas vezes. O pedaço que chegou era bem generoso, com uma aparência fora do tradicional, feita com fatias da fruta e um creme doce. O creme não era de maçã, mas aquele comum usado em tortas, com gema de ovo e leite condenseado.

E até agora não sei dizer se gostei ou não da torta, uma vez que o creme distanciava a torta de uma apple pie tradicional. Nos momentos em que a maçã aparecia, o doce ficava realmente saboroso, então fui embora com essa dúvida. Mas acho que gostei mais do que não gostei. O Rapha pediu uma coxinha e não estava botando fé de que ela era boa e ele tava amando, então resolvi experimentar, e NOSSA, chegamos a conclusão de ela facilmente compete com a coxinha do Veloso! Entra para o hall de melhores coxinhas de São Paulo com toda certeza, ela é frita na hora e por isso fica ainda mais saborosa, tem uma casca super crocante e me arrependi de ter pego uma só para mim.

Com certeza o Honey Café foi uma boa surpresa porque estava esperando algo bem comum e não foi nada disso, o atendimento é muito boa feito pelos donos e um garçom super simpático. Um ambiente que foge do padrão de São Paulo e faz você se sentir acolhido, lembra bem o interior do estado. E principalmente uma das melhores coxinha de São Paulo, vale a visita só para experimentar ela, mas também não esqueça de provar algum docinho depois.


Honey Café – Rua Coriolano, 1436 – Lapa; Contato: 3862-9174; Transporte: ônibus, táxi; Pagamento: débito, crédito, vr; Faixa de preços: $.
Anúncios

Um comentário sobre “Honey Café, na Lapa

Gostou? Deixa aqui sua opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s