Duetto, em Perdizes

Um ambiente super clean, com frases e ditados em bom italiano espalhado pelas paredes. Italiano, aliás, é a língua nativa da sorveteria que fica em Perdizes. Comandada pelos donos, oriundos do país da bota, a casa oferece os tradicionais gelatos europeus, com sabor e textura parecida com os vendidos por lá. Um bom lugar pra passar a tarde de sábado, ou até mesmo servir de pano de fundo para uma sobremesa após um jantar no bairro. Seja qual for a situação, a Duetto se destaca pela fartura e generosidade dos sorvetes.

chapeu-galeria

Visitamos a Duetto durante o final de semana, e me surpreendi pelo sabor dos sorvetes oferecidos pela casa. E pela casa também. Uma graça, pet friendly e com uma mesa comunitária, é daqueles lugares que você faz questão de passar em um fim de semana ensolarado. Outro ponto bem legal deles é sempre ter opções veganas, servindo como local ideal para sobremesa, seja qual for o estilo de vida do cliente.

Preferi optar por sabores mais comuns, e escolhi o tamanho médio (R$ 11), com Chocolate tradicional e o de Cookies. Os dois são gostosos e super cremosos, bem diferente daqueles que compramos na padaria. Afinal, estamos falando de uma sorveteria gourmet. O chocolate é mais escuro, menos doce e enjoativo, de uma maneira que para o meu paladar é perfeito. Não sou a maior fã de chocolate, mas aqueles com toque mais amenos conseguem ser do meu agrado, exatamente como encontrado aqui, ou aquele da Peccati.

O outro sabor era o de biscoito, e nunca me senti tão feliz por ter acertado na escolha. O sorvete é delicioso, bem encorpado, também sem parecer enjoativo demais. E sabe qual o melhor de tudo? Eles realmente usam pedaços grandes de biscoito pra fazer o sorvete. Tipo os que encontramos no Ben & Jerry’s. Ainda que com o cardápio variando entre os sabores, se quando for fazer uma visita ele estiver disponível, não pense duas vezes antes de tomar a decisão.

E se estiver na dúvida, não se preocupe. O atendimento é muito simpático, e certamente vai te ajudar em caso de indecisão. Foi assim comigo, foi assim com o Rapha. Experimentamos quase uma dúzia de sabores até chegar a nossas escolhas, e a cada colherzinha, o dono explicava pra gente um pouco mais sobre aquele sorvete em questão. Pode não parecer muito, mas acho que é um diferencial importante, que aproxima o cliente de quem faz realmente o sorvete.

Poderia dizer que a sorveteria é mais uma dentro de tantas. O salão é parecido com tantas outras, como a Dri Dri, preferindo o mínimo possível na decoração, com toques minimalistas e tons predominantemente claros. Poderia dizer também que o cardápio segue à risca o comportamento das sorveterias gourmet, com cardápio rotativo e sabores que vão muito além do chocolate, creme e morango. Até o preço, se formos analisar, se assemelha com o que é oferecido pela cidade. Mas ainda assim, mesmo com todas essas similaridades, a Duetto consegue se destacar em alguns pontos, por personalidade e características únicas.

O primeiro é o atendimento feito pelos próprios donos. Nada melhor que conversar diretamente com os responsáveis, pra tirar eventuais dúvidas, ou pedir por sugestões entre as incomuns combinações. Ainda que sejam oriundos da Itália, e a conversa precise transcorrer em uma velocidade reduzida, o diálogo pode ser proveitoso, descobrindo um pouco mais a respeito daquele chocolate com nome estranho.

Entretanto, outro ponto consegue se destacar ainda mais: o tamanho dos sorvetes servidos. Precificar entre R$ 9 e R$ 13 a unidade, do pequeno ao grande, é algo comum em todas as casas que já visitamos. Um ou outro acaba saindo dessa curva, como o Ben & Jerry’s, mas, no geral, o preço acaba não variando muito. O que varia mesmo é a quantidade de sorvete servida. Já fui a alguns lugares que o sorvete era praticamente pesado, para que a gramatura não ultrapassasse o permitido. Na Duetto, ao menos pelo que pudemos experimentar, a quantidade de sorvete servida é grande, sem a clara preocupação em tirar àquelas 3g sobressalentes. Claro, existe um padrão, o tamanho grande é o mesmo grande para todos, mas a diferença é que esse grande é realmente grande.

Sobre os sorvetes? Escolhi três sabores tipicamente italianos: Fiordilatte, Nocciola e Fragola. Só que tipicamente apenas pelos nomes, pois nada mais são que baunilha, avelã e morango. E talvez esteja aí minha única crítica ao local, o excesso de italiano, inclusive no cardápio. Alguns nomes são impossíveis de serem desvendados sem o auxílio do atendimento – que embora funcional, pode ficar um pouco confuso quando a casa fica mais cheia.

E pra não esquecer de falar deles, o de morango é extremamente refrescante e encorpado, sem descambar para aquele sorbet aguado que encontramos por aí. Gostoso e com sabor da fruta, não é pesado, e certamente foi o mais light que escolhi dentre as opções disponíveis. O de avelã, por sua vez, é o que mais se destaca pela cremosidade e o sabor. Fazia tempo que não experimentava um sorvete do sabor tão bom como o de lá, uma vez que nem sempre é fácil de trabalhar com o fruto. Já o de baunilha é o mais ameno. O sorvete é cremoso, mas o sabor não é tão ressaltado. Tanto que não enjoa, e é bem parecido, mesmo, com o Bacio di Latte, sabor da homônima sorveteria endeusada por tantos.


Duetto – Rua Desembargador do Vale, 179 – Perdizes; Contato: 3871-9026; Transporte: ônibus, táxi; Pagamento: crédito, débito; Faixa de preços: $.
Anúncios

Gostou? Deixa aqui sua opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s