K’pop Chicken, na Vila Mariana

140904-kpop-01

São Paulo está sendo invadida por frangos coreanos. Sério. Depois do BBQ, achamos agora um concorrente do mesmo país: o K’pop Chicken. Em um restaurante muito grande – são quatro andares com diferentes ambientes – e uma temática clean e moderna, o local fica instalado na Vila Mariana, que aparentemente virou um novo reduto de asiáticos. E como nós gostamos de frango, que é o carro-chefe do lugar, não demorou muito pra fazer uma visita.

barra-post-galeriafotos

barra-post-ele

Vou te falar, que belo lugar esse K’pop Chicken. Já tinha passado algumas vezes na frente dele, mas nunca tinha entrado. A chance veio quando a fome bateu, e eu e a Na estávamos ali nas cercanias. Por motivos óbvios, já fiquei com receio do rombo na carteira. Afinal, o lugar é super bonitinho, novo, limpinho e tudo mais. Por qual razão não seria caro, certo? Errado. Não é caro. Nem um pouco. Pra se ter uma ideia, gastamos no total por volta dos R$ 60, e comemos muito, mas muito mesmo.

O cardápio é bem estiloso, diga-se de passagem. Lembra um Outback (ou um KFC, já que é frango) asiático, misturando sabores tradicionalmente ocidentais com os orientais. A batata, por exemplo, que está no coração de 20 entre 20 pessoas, é uma das opções no menu, bem ao estilo ‘bacon e cheddar’. Por outro lado, temos também o Bulgogi, que é um churrasco típico da Coréia do Sul e tudo mais. Na foto, ao menos, a cara era boa. Mas nosso objetivo era outro naquele dia: frango.

Pedimos o Original Strips, prato que traz dez tiras de peito crocante do bom e velho frango frito, além de dois molhos a sua escolha (no caso, o Blue Cheese e o Aioli, que é uma mistura de maionese com alho). Quanto? R$ 31,90. Caro? Depende do seu humor, e do seu ponto de vista. Porque os pedaços não são pequenos. E são gostosos. Nosso pedido chegou bem rápido, e a carne tinha acabado de sair do óleo. Ainda assim, estava sequinha e cheirosa por fora e suculenta por dentro. Mas é frango, né? Não é alguma coisa que prima pelo sabor. Tem aquele gosto blasé que todo mundo está acostumado, o que não precisa ser algo necessariamente ruim. Sorte que os molhos eram gostosos, e davam um tchan a mais ao sabor.

Além dos franguinhos, pedimos de entrada um tal de Bulgogi Quesadilla. E a escolha teve dois parâmetros importantes: o preço – a porção custa R$ 19 – e o nome: quesadilla. Ambos gostamos de comida mexicana. Ambos gostamos de comida asiática. Qual a chance de dar errado a combinação?

Errado não deu, pois eu achei bem gostosa – a Na, nem tanto. O problema é que na dita cuja, além do tal Bulgogi, que é um contra-filé preparado com temperos asiáticos, a receita leva shimeji. E, tradicionalmente, eu não gosto de shimeji. Mas achei tão gostosinho que acabei não tendo problema com o prato. É uma porção bem servida, são seis fatias de quesadilla, que também vieram quentinhas, muito pela rapidez do atendimento e serviço.

E esse é um ponto que também precisa ser comentado. O pessoal que trabalha por lá é bastante atencioso, especialmente com quem não está habituado com o cardápio, e não faz ideia do que são aquele bando de nome diferente. E isso, somado ao fato de trabalhar com bons preços, boa comida, e de ser um restaurante que oferece diferentes ambientes, as combinações são infinitas. No último andar existe um deck, que facilmente pode servir de local pra um happy hour.

barra-post-ela

Já tínhamos ido em um restaurante com raízes coreanas, o BBQ, e descobrimos que esse pessoal realmente gosta de frango frito, hahaha. O cardápio do K’pop Chicken tem mais variedades do que só frango frito, na verdade, você quer comer tudo que tem lá, e isso é sempre um ponto positivo, ao meu ver pelo menos.

O ambiente é totalmente clean e agradável. O restaurante é composto por quatro andares: no térreo ficam algumas mesas e a cozinha; no segundo é o andar dos jogos, com um salão e algumas máquina de videogames e sinuca. No terceiro outro salão com mesas e no último tem um deck, que de noite é aberto e vira um bar. Achei tudo muito incrível, e os garçons são atenciosos o bastante para explicar a composição de cada um dos pratos.

Pedimos duas coisas: o Original Strips, que é o grande destaque do cardádio. São dez tiras de frango frito e dois molhos a sua escolha (pedimos o Aioli, que é um molho de alho, e o Blue Cheese). Também escolhemos o Bulgogi Quesadilla, que era queijo e carne temperada no shimeji e shoyo.

Os frangos eram bem secos e crocantes, lembravam um pouco o frango com sucrilhos do Anexo Bartira. O molho que escolhi (o de alho) foi a decepção desse prato: achei mais uma maionese, e nem tinha gosto de alho. Uma pena, pois tive que pedir o ketchup pra acompanhar o prato. Já a quesadillha não me agradou. A atendente falou que era carne temperada com shimeji e não ao contrário, praticamente não tinha carne só shimeji e queijo.

Tanto para o almoço, como para o jantar, o K’Pop Chicken é um bom lugar para ir com o seu parceiro. Ainda fui embora de lá querendo experimentar o bolinho de arroz temperado, mas como todos os pratos são fartos, acabei não conseguindo experimentar, fica para a próxima.

140904-kpop-servico

Anúncios

Um comentário sobre “K’pop Chicken, na Vila Mariana

Gostou? Deixa aqui sua opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s