O Pedaço da Pizza, na Consolação

140814-pedacodapizza-01

Pizza. Quando você fala esse nome, possivelmente deve se lembrar daquela coisa padrão, onde o disco é servido em um restaurante, por um garçom bem educado e junto da sua família. Uma experiência em que comer devagar e conversar sobre amenidades faz parte do protocolo, como a gente mostrou lá no Monte Vero, e não é nenhum pouco recomendado pra quem está com pressa. Mas quando você fala pizza pode se lembrar de outra vertente: a versão fast-food. Imagina um lugar que você pede o que vai comer, e em cinco minutos já está na rua, seguindo seu rumo, com a fatia na mão. Esse é O Pedaço da Pizza, uma pequena rede de restaurantes que vendem, como diz o nome, pedaços unitários de diferentes, e deliciosos, sabores de pizza.

Já tinha ido ao Pedaço da Pizza uma vez com o Rapha e eu tinha adorado! Então voltamos lá para fazer a critica,  fomos na unidade da Bela Vista que é perto do metro em um lugar ótimo e fácil de chegar. O estabelecimento não tem muitos funcionários, na verdade apenas 2, um que fica no caixa e o pizzaiolo por isso é tudo bem simples.

Não tem prato ou talheres, os copos são todos de plástico. Os sabores estão escritos em uma lousa, coma as pizzas disponíveis em um espécie de vitrine. Mesmo que elas fiquem muito tempo lá expostas, o seu pedaço sempre vai ser esquentado na hora, dentro do forno. Os valores variam de sabor para sabor e vão de R$ 6 a 9.

Pedi um pedaço salgado e um doce, sendo a primeira a de Pepperoni. E vou dizer que tive um pouco de azar. O meu pedaço era menor que o padrão, não sei porque, e tenho certeza que ele estava lá fazia um tempo. Mesmo assim achei que o pedaço estava bom e saboroso.

Ai vem a melhor parte, definitivamente a melhor coisa do Pedaço da Pizza: os pedaços doces. Fui na de Chocolate com Lascas, feita de chocolate derretido e lascas de chocolate, como você poderia imaginar. Acredito que é a pasta tem apenas o próprio chocolate na receita, tamanho o sabor adocicado dela.

O ambiente é super agradável para o casal que quer curtir uma boa conversa e uma pizza mais descolada. Depois disso vocês podem até ir em algum bar ou até mesmo uma balada na movimentada Augusta.

Agora que voltou à moda falar delas, não sei se você lembra daquele desenho antigo das Tartarugas Ninjas. Eu lembro, em especial do momento onde eles comiam uma pizza muito estilosa, com as mãos, sem que todo o recheio viesse abaixo. E desde aquele momento sempre tentei encontrar algo parecido, sempre sem sucesso. Até que um belo dia um amigo me levou a um tal de O Pedaço da Pizza, que estranhamente vendia apenas o pedaço, e não a pizza inteira, e consegui me imaginar naquele desenho velho. De lá pra cá foram uns anos, arranjei uma namorada mesmo tendo essas ideias estranhas de anfíbios guerreiros, e fui com ela recentemente na unidade da Bela Vista.

E que fique claro. Existem dois restaurantes na rua Augusta, um pro lado do Centro – que é a unidade Bela Vista – e outra pro Jardins. A que fomos é consideravelmente mais perto do metrô, então nada mais óbvio.

Como sempre o local não estava cheio. Talvez uma ou duas mesas no salão com casais e grupos de amigos, mas nada que tornasse o ato de comer algo barulhento demais. Estávamos com um pouco de fome, até pela hora, mas o real objetivo era pedir a famosa pizza de chocolate. Pra começar, e seguir o protocolo alimentar mundial, escolhi um pedaço da Peruana (R$ 8,70), que é de atum, muçarela, cebola, azeitona, ovos, milho e molho de tomate. Já tinha um tempo que estava atrás de uma pizza de atum, e me pareceu uma escolha natural. Mas acho que me arrependi pouco tempo depois. Não que ela seja ruim, muito pelo contrário. Só que existem opções melhores no cardápio. E o meu pedaço em especial estava lotado de azeitonas. E eu odeio azeitonas (novamente, me julguem), e o gosto se espalhou por tudo.

De novo, não é ruim. Ainda assim estava gostoso, quando sentia o sabor do atum, do queijo e de todo o resto. Todavia, eu deveria ter sido mais inteligente e pedido a Baiana, a Calabresa, ou como a Na, e escolhido a Pepperoni. No final, tudo valeu apenas, afinal, a parte salgada da experiência acabara, restando apenas o real objetivo.

Chocolate. Existem algumas opções no cardápio desse pedaço do paraíso, que vão desde de M&M’s, até morango ou Negresco. Sim. Negresco. Imagine você um pedaço de pizza de chocolate, muito bom, coberto de Negresco. Claro que foi minha escolha. O preço pode até ser um pouco alto, afinal, R$ 9,20 por pedaço pode pesar em qualquer bolso. Mas vale a pena de tempos em tempos. A pasta de chocolate é uma coisa do outro mundo. É tão gostosa que sempre me deixa enjoado no final, sempre. E junto dela, como já deve ter percebido, são acompanhados pedaços esmagados de Negresco – só o biscoito, sem o recheio. É um daqueles pecados confessos, que você sabe que é errado, que sabe que vai se sentir mal depois, mas vale a pena. E valeu.


O Pedaço da Pizza – Rua Augusta, 1463 – Consolação; Contato: 2619-8408; Transporte: metrô, ônibus, táxi; Pagamento: débito, crédito, vr; Faixa de preços: $.
Anúncios

2 comentários sobre “O Pedaço da Pizza, na Consolação

Gostou? Deixa aqui sua opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s